quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

OS DESAFIOS DO NOVO REITOR!

O USJ tem um novo reitor!
Desde o dia 02 de fevereiro o Professor Juarez Perfeito é o novo reitor do USJ, esse é um momento histórico para a instituição.
Vamos deixar claro uma coisa: não foi uma eleição que escolheu o reitor como foi colocado em algumas postagens pela rede, o que houve foi uma consulta a comunidade acadêmica sobre quem em sua opinião deveria gerir o USJ (dentre os candidatos que se apresentaram), o que foi feito foi consultar a comunidade em formato de votação, e isto está bem claro no edital. Depois desta consulta o CONSUNI encaminhou a prefeita uma lista com três nomes composta pelos dois candidatos Professor Juarez, a Professora Elisiane e mais um terceiro nome, para que esta pudesse então decidir quais dos três nomes ela iria escolher para assumir a reitoria, e isto deixa claro que não foi eleição democrática onde os votantes escolheram seu dirigente. A prefeita escolheu empossar dentre os três o professor Juarez (o candidato mais bem cotado na consulta a comunidade acadêmica, vale ressaltar que é costumeira, mas não regra a indicação do candidato mais bem cotado numa composição de lista tríplice).
Como mencionei anteriormente apesar de não ter sido uma eleição amplamente democrática como era (e ainda o é) o desejo dos acadêmicos, a oportunidade de poder opinar sobre quem deseja para gerir a instituição no entanto já é um passo muito importante e marca o inicio de uma caminhada para no futuro termos uma eleição nos verdadeiros moldes democráticos.
O novo reitor assume o cargo com alguns desafios pela frente, vamos a alguns deles:
Lutar efetivamente para que o USJ tenha sede própria;
Elaborar mecanismos para que haja uma maior interação entre a reitoria e os acadêmicos, criando um canal de comunicação claro e objetivo;
Correr atrás de parcerias governamentais e publico/privadas para ampliar os horizontes da instituição;
Criar estratégias para que o USJ seja referencia de ensino superior dentro de são José – pasmem tem gente em São José que ainda desconhece a existência do USJ;
Buscar alternativas junto a administração municipal para garantir o plano de cargos e salários dos professores e assim conter a sangria desses profissionais, que devido as incertezas acabam por optar trabalharem em outras instituições;
Buscar autonomia financeira;
Sim existem esses e muitos outros desafios, mas o que acredito ser o maior dentre todos os desafios é conseguir se estabelecer com verdadeira autonomia administrativa sem deixar-se levar pelas influencias e/ou ceder as pressões dessa ou da próxima administração municipal, afinal bem sabemos que apesar de o mesmo ter sido o mais bem cotado em uma consulta a comunidade acadêmica não deixou contudo de ser indicado pela prefeita, sendo assim ainda pode sofrer pressão caso suas ações em benéfico do USJ venham cruzar os interesses da gestão municipal ( pois bem sabemos que nem sempre os interesses dos gestores públicos são os verdadeiros interesses e necessidades da população).
Contudo acredito que estes desafios possam ser superados se a comunidade acadêmica ir além da simples escolha, se unindo efetivamente a reitoria que escolheu afim de juntos lutar lado a lado para fazer do USJ não apenas a universidade que precisamos mas sobre tudo a universidade que São José merece.


Por: Reinaldo Trajano

0 comentários:

Recomendado para você