quinta-feira, 12 de maio de 2016

AUDIÊNCIA PÚBLICA: O "RECADO" FOI DADO AOS GESTORES DO USJ

A audiência pública que teve como tema o Curso de Ciências da Religião foi uma verdadeira aula de participação popular (alicerce da democracia). De um lado estudantes, professores, vereadores, estudiosos da área e a população josefense exigindo dos Gestores do USJ a reabertura imediata do Curso de Ciências da Religião. De outro lado os Gestores, dos quais nós já conhecemos, tentando defender o indefensável projeto de sucateamento e desmonte do ensino superior no município de São José.

Saímos confiantes do resultado da Audiência, pois o “recado” foi transmitido aos Gestores do USJ: Em cada decisão autoritária e antidemocrática vocês encontrarão muita luta e resistência por parte dos estudantes, professores e da população! E não adianta espernear, pois só descansaremos quando nossa instituição, o USJ, for verdadeiramente livre, autônoma e controlada pelos próprios interessados (estudantes, funcionários e professores).

Leia na íntegra a nota oficial do Movimento de Luta pelo Curso de Ciências da Religião - USJ

Amig@s,

Nós tentamos esperar a excitação passar, mas desistimos e nem queremos mais. A excitação não vem só do estrondo que foi o grito indignado de ciências da religião na Câmara Municipal no dia 10/05, ela vem da grandeza da causa que defendemos: uma educação emancipadora, pública e de qualidade.
Na audiência pública convocada pelo vereador Adriano de Britto e aprovada em unanimidade pela Câmara pudemos expor nossa situação e apontar as razões para ela. Nossos acadêmicos mostraram no início que não brincamos de fazer ciência. Estudamos com afinco a sociedade que construímos e nossas falas dão mostra do nível de consciência coletiva e acadêmica que adquirimos.

Glaucia Schmitt honrou nossa causa e a instituição com sua valiosa fala. O prof. Valdenesio nos deu mais uma magistral aula...situou o estudo criterioso do fenômeno religioso ao longo da história e apontou motivos legais para nossa consolidação. O aprovado Sergio Souza, um dos 37 aprovados no último processo seletivo, lembrou sua ação no MP, ainda em andamento. Sua clareza e paixão deixaram claro que ele já é um de nós e estará conosco em breve, seja por vontade da administração (que é só o que falta ) ou por ordem do MP.

A representante discente, Fernanda, ilustrou a situação dos bravos estudantes de CR- marginalizados e resistentes. Demonstrou a evasão nacional nas licenciaturas e que o curso de ciências da religião do USJ é o único gratuito da região sul, e um dos apenas 10 ofertados no país. O prof. José Carlos demonstrou a legalidade regimental de todos os nossos pedidos negados pela administração, trouxe o histórico da nossa luta e mostrou que a luta culminava ali, mas já era travada na instituição há anos. O prof. Telmo Vieira nos brindou com sua paixão como ex reitor da instituição e de pesquisador da área de CR, vanguarda do conhecimento em todo o mundo.

Nosso reitor trouxe a frieza dos números e uma apresentação ao gosto dos gurus da administração. Eles, os gurus, também ficariam envergonhados. O argumento da evasão não resiste ao histórico das licenciaturas no Brasil, nem ao nulo comprometimento institucional, nem tampouco às 7 turmas de CR abertas ao longo de 8 anos. O argumento da restrição orçamentária não resiste aos cargos comissionados que se multiplicam na mantenedora Fundesj - cargo de direção para cursos técnicos e profissionalizantes por exemplo. Recomendamos a quem duvida do nosso aviso da intenção de matar o USJ como centro universitário que reflita sobre a necessidade desse cargo de gestão em uma instituição que não tem nenhum curso técnico, e sim cursos de graduação e licenciatura, por enquanto.

Os vereadores lembraram as promessas da gestão Municipal, nenhuma cumprida com relação ao USJ.
Encaminhamentos dali foram extraídos e serão publicados aqui em breve.


Por hora repetimos: aqui não! Não permitiremos o fechamento do nosso curso, nem mesmo esse fechamento disfarçado e covarde que aparece na forma de não abertura de novas turmas. Aqui se argumenta, aqui tem vontade inabalável movida por uma sólida leitura crítica do mundo. Aqui é CR e aqui se luta!!!


Recomendado para você